Gastón Acurio é Chicha

07h30. Como combinado Franco espera-nos à porta do hotel. Seguimos para Sacsaywamán. Daquilo que resta deste monumento ficamos com a noção de que quando os espanhóis cá chegaram devem ter-se sentido uns meninos no que se refere a construir alvenarias de pedra. Os blocos são, de facto, enormes e parecem ter sido cortados a laser. Foi uma boa opção termos vindo cedinho. Arranjamos um guia que, depois nos apercebemos, devia estar a ressacar e com dores. A Vanessa avista ao longe um gajo a correr por umas escadas no interior do espaço arqueológico. Acho que já encontrei um local para a corrida ao final da tarde…

red alert A minha máquina fotográfica está com Parkinson! O motor da objectiva parece uma batedeira eléctrica e a imagem do visor treme. Será que se eu desmontar a máquina consigo pô-la a funcionar? Vou tentar resistir a esta tentação…

Próxima paragem: Q’ enqo. Neste local baixamos às entranhas da terra para observar um local onde eram praticados os sacríficios em honra das divindades Incas. A rocha calcária faz-me lembrar os afloramentos da Redinha.

Seguimos depois para Puka Pukara. Um guia interpela-nos dizendo que nos dá algumas informações sobre o local de borla. Se é grátis, siga! Para além da arquitectura, Puka Pukara tem, acima de tudo, a sua importância derivada da localização geográfica em que se encontra. Aqui, as correntes energéticas da Terra propiciam um estado extra-sensorial. Ficamos com a sensação que se não fosse o guia passaríamos tudo ao lado.

Solamente por más diez soles vos darei más informaciones OK, não há dúvida que para além do misticismo do monumento apelar a um sexto sentido, a verdade é que o sentido comercial do gajo já se encontra bem apurado. Aceitamos a proposta.

Sentamo-nos na plataforma onde, supostamente, eram realizados os ritos em que os jovens Incas das classes superiores recebiam o abraço da Pacha Mama, a Mãe Terra, e acediam a um estado de conhecimento mais elevado. Para os Incas, a valorização das pessoas era realizada de uma forma qualitativa, sendo reconhecidas aquelas cujo carácter, conhecimento, destreza física ou capacidade administrativa se evidenciavam. Dizem eles…

O próximo local a visitar fica apenas a umas centenas de metros pelo que resolvemos ir a pé. Combino com Franco o local para nos recolher. Tambomachay foi um templo dedicado à veneração da água enquanto fonte de vida e elo de ligação com os espíritos que vivem no seio da Terra. O templo tem a forma de um altar e, na minha opinião, tem tudo desenhado para cumprir essa função.

Regressamos a Cuzco para almoçar e visitar o centro do mundo. Depois de vaguear pelas ruelas à procura dos restaurantes aconselhados pelo Lonely Planet resolvemos ir ao Chicha – Cuzco. Este restaurante é de um dos Chefs mais conceituados da nova cozinha peruana, Gastón Acurio. Só podemos dizer uma coisa: como experiência sensitiva não fica nada atrás de Tambo Machay.
Entramos logo a matar com dois cocktails que nos conduziram a um estado de quase transe…
A comida essa, espectacular! Pagamos o equivalente a uns setenta euros, os dois, mas é unânime a valia do investimento.

Enquanto almoçamos cai uma chuvada, daquelas a sério, com direito a granizo e tudo! Menos mal, se o tempo não melhorar podemos sempre passar a tarde a beber cocktails…

Depois do almoço só me apetecia meditar sobre a condição humana. Parou de chover. A Vanessa conseguiu arrastar-me para o centro de Cuzco. Vagueamos por mercados, ruas e lojas. As lojas do centro de Cuzco estão claramente voltadas para o mercado americano e inglês. Ainda por cima estes gajos olham para mim e pensam logo que eu venho de um desses países.

De regresso ao hotel aproveito para fazer o upload de algumas fotos. Ainda me sinto sob o efeito sedativo do almoço. Hoje já não há corrida para ninguém…

PS: O blog conta agora com a participação de uma reviewer especial…

2 opiniões sobre “Gastón Acurio é Chicha”

  1. És verdadeiramente o Gonçalo Cadilhe do atletismo 🙂

    Aconteceu o mesmo à minha máquina fotográfica! Descobri que se lhe desse umas sacudidelas o problema ficava temporariamente resolvido. Entretanto ela lá percebeu que não lhe adiantava nada tremer e recompôs-se.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s